0
0

Assassin's Creed: Unity ? "propaganda anti-revolucion?ria", diz pol?tico franc?s

Por Marcos Candido às 12:13h - 18/11/14
0

Lançado no último dia 11 de novembro, Assassin's Creed: Unity retrata pela primeira vez a Revolução Francesa na franquia. Apesar de retomar o habitual mantra de que o game é "produzido por pessoas de diversas crenças e religiões", o título não foi bem recebido por Jean-Luc Mélenchon, político da Frente de Esquerda da França, que classificou o game como "propaganda contra o povo, tratado como bárbaro e sanguinário selvagem" em entrevista à rádio France Inter (traduzido pelo Telegraph).

Segundo Mélenchon, o enredo em Unity passa batido por decisões tomadas pelo rei Luis XVI, decapitado pela Revolução, e sua esposa, Maria Antonieta, uma "cretina celebrada como uma dócil garota rica" durante o game, segundo diz o político. Luis XVI tentou angariar tropas estrangeiras para ir contra seu próprio país e foi posteriormente assassinado pelas forças revolucionárias.

Na visão de Mélenchon, Unity também faz um retrato negativo de Robespierre, um dos icônes centrais dos Sans-cullotes, movimento representante das massas populares da França na época. De acordo com as afirmações do político, o líder revolucionário é tratado como uma figura cruel, quando na verdade ele foi o responsável pela formação final da República Francesa, em 1792, e pelo direito ao voto para judeus e mulheres. "Robespierre, o homem que foi o nosso libertador em um certo momento da Revolução - já que o movimento durou muito tempo - é apresentando como um monstro [em Unity]", afirma o político.

Robespierre, vale lembrar, participou do sangrento processo de queda da Monarquia e de perseguição aos grupos rebeldes, que defendiam visões diferentes para a construção dos novos ideias Iluministas, como os Girondinos. Sem suavizar no trato com a violência, Assassin's Creed: Unity também dá espaço para o atrito do período, embora não assuma firmemente um lado ideológico na batalha entre Templários e Assassinos, que no jogo toma lugar no meio da Revolução. Por enquanto, a Ubisoft não se pronunciou sobre as afirmações feitas por Mélechon.

Assassin's Creed: Unity foi lançado no dia 11 de novembro para PlayStation 4, Xbox One e PC.

0 COMENTÁRIOS
  • Entrevista: falando de sexo em The Witcher 3
  • A lista n?o-?bvia das 5 melhores experi?ncias em games de 2014
  • Gameplay: Far Cry 4 - A revolu??o dos bichos
  • Aika e as novidades para o fim de 2014
  • Gameplay: LittleBigPlanet 3 - do Titanic ? Ishimura
  • Gameplay: Dragon Age: Inquisition - a caverna do drag?o
  • Se libertando dos cabos: o Mito do Wi-Fi
  • Pol?tica de review
  • PRELOAD: Far Cry 4
  • PRELOAD: Dragon Age: Inquisition
  • Guilty Gear Xrd Sign: Blietzkrieg
    9
  • Far Cry 4: deuses e dem?nios
    8
  • Call of Duty: Advanced Warfare: admir?vel mundo novo
    8
  • Forza Horizon 2: Joyride
    7 .5
  • Assassin's Creed: Rogue: a ordem das respostas n?o dadas
    6 .5
  • Alien: Isolation: cadeia alimentar
    7 .5
  • Lords of The Fallen: que continue a tortura
    7 .5
  • The Evil Within: terapia de choque
    8
  • Driveclub: passeio surdo-mudo
    7 .5
  • Naruto Shippuden: UNS Revolution: abra?o de afogado
    5