0
Dica: o que jogar na Brasil Game Show 2014
Dica: o que jogar na Brasil Game Show 2014
Por Leonardo Teixeira às 18:05h - 06/10/14

Introdução

A Brasil Game Show, a maior feira de games do Brasil, começa oficialmente nesta quinta-feira em São Paulo, capital. Isso significa que visitantes terão esta semana a oportunidade de jogar um bocado de games trazidos por Sony, Ubisoft e Warner. A feira, entretanto, também significa filas que podem chegar às duas horas de espera - ainda mais se você considerar a alta procura de ingressos desta edição. Para quem vai na BGS, prioridade é tudo. Pensando nisso, separamos abaixo apenas os games ainda não lançados que estarão jogáveis lá, e, como editor, deixei cada jogo com uma nota entre 1 a 5: quanto maior o número, maior a hype.

Capcom

Resident Evil: Revelations 2 (prioridade: 5/5)

O novo jogo da mais tradicional série do horror de sobrevivência estará disponível para teste. Vale lembrar: Revelations 2, que dá aos jogadores o controle de Claire Redfield e Moira Burton (filha do Barry Burton de Resident Evil), será parte das atrações do estande da Waner Bros., visto que a CAPCOM não vai ter espaço próprio este ano. Além do breve tour pela prisão soturna da sequência, há ainda mais uma colher de chá: se você tiver que esperar na fila, pelo menos vai poder se entreter assistindo à etapa nacional da Capcom Pro Tour, que também vai rolar por lá.

Warner Bros. + EA

Dying Light (4/5)

Pode não ser o jogo do qual todo mundo está falando, mas, uau, Dying Light é um daqueles games perfeitos para os poucos minutos que um visitante da BGS tem disponível! Não é só porque Dying Light é repleto de ação: o simples ato de passear pelo ambiente aberto do jogo, saltando por sobre telhados, planejando trajetos radicais e deixando zumbis comerem poeira, é bem divertido. Se isso é sinal de um bom game, bem, isso ainda estamos para ver, mas sem dúvida é uma boa parada em sua visita.

Mortal Kombat X (5/5)

Esta é a menina dos olhos do estande da Warner para este ano. Ainda não sabemos que build do jogo estará disponível para o público - e, consequentemente, que lutadores você poderá escolher - mas, no pior dos casos, visitantes poderão selecionar combatentes em um misto do velho (Scorpion, Sub-Zero) e novo (Ferra & Tor, D'vorah e Cassie Cage). Haverá também sessões de autógrafo com Ed Boon, um dos criadores de Mortal Kombat.

Battlefield Hardline (3/5)

É bem verdade que só dá para escolher um punhado de jogos quando você está na BGS, então o melhor a fazer é ser pragmático: Jogar, o promissor, Battlefield Hardline. Jogar uma partida dele é meio que como jogar BF4 com polícia e ladrão (embora as nuances surjam com o tempo de jogo). Se você está na pista a negócios e não necessariamente é fã de Battlefield, talvez investir seu tempo para jogar o novo Call of Duty seja mais negócio.

LEGO Batman 3 (3/5)

Este é um bom jogo para quem estiver levando crianças pequenas ao evento, ainda mais se você considerar que a procura por ele não é das maiores. O problema é que jogar um game tão dependente do humor (ainda mais sendo dublado por talentos do Porta dos Fundos) não é a melhor opção em um ambiente barulhento como o da feira.

Ubisoft

Assassin's Creed: Rogue (4/5)

É, Unity não estará jogável (embora a Ubisoft vá conduzir demonstrações do jogo no decorrer da feira que você poderá assistir), mas Rogue, o novo game da franquia - disponível apenas para consoles da geração anterior (PS3 e Xbox 360) - dará as caras. Entretanto, visto que a feira estará cheia de atrações next-gen, esse fica como indicação apenas para fãs de Assassin's Creed.

Far Cry 4 (5/5)

Na opinião deste humilde editor, esta enérgetica sequência é um item obrigatório em seu passeio pela BGS. Visitar Kyrat, nos Himalaias digitais de Far Cry 4, é uma experiência visualmente e mecanicamente fascinante, e o jogo de tiro pode agradar visitantes atrás de algo explosivo para jogar.

The Crew (1/5)

O game de corrida da empresa francesa é uma das novidades do evento mas, por experiência própria (jogamos dois dos betas para PC) é o tipo de produto que você vai querer jogar no evento. Assim, em poucos minutos, The Crew faz pouco para surpreender.

Just Dance 2015 (2/5)

É um excelente jogo de dança, mas saca só: certamente vai ter Pharrell Williams na lista de seleção e, por mais que nós amemos esse cara, "Happy" já deu o que tinha que dar!

Sony

Bloodborne (3/5)

Bloodborne é uma das grandes promessas para o PlayStation 4 em 2015. Mas se você é fã da série Souls e do trabalho da From Software, sabe que pode ser frustrante ter apenas alguns minutos com um RPG da casa - talvez você veja muito pouco dele entre telas de game over. A dica aqui é: Vá atrás, apenas, se estiver realmente afim de jogar.

The Order 1886 (4/5)

O estúdio Ready at Dawn está trabalhando em um jogo que te fará orgulhoso de ter comprado um console de maior qualidade técnica: os visuais ultrarrealistas de The Order podem chamar a atenção de visitantes, assim como o estilo puxado de filmes de época. Tudo é bem bonito no game. Quanto à ação em si, bem, é esperar para ver.

Until Dawn (2/5)

Outros dos maiores mistérios da feira. Until Dawn, revelado originalmente para PS3 e reerguido em agosto como um futuro game de PS4, é um jogo de horror que remete aos filmes sobre jovens descuidados assombrados por um assassino. Ele ainda falhou em chamar nossa atenção, mas não dá para negar um bom mistério, dá? 

LittleBigPlanet 3 (4/5)

Outra boa parada para quem levar crianças pequenas para o evento. Tudo é colorido e adorável. Jogadores de longa data poderão se divertir testando os novos personagens que acompanharão Sackboy.

The Evil Within (4/5)

A Sony deixará unidades de PlayStation 3 no estande a serviço de quem quiser jogar a nova franquia de horror saída das mãos do pai Shinji Mikami. Criador de Resident Evil. Pode ser difícil entrar no clima de horror, mas hey! O jogo é bem ativo de qualquer forma. Tiroteios e cenas tensas estão garantidos.

Activision

Call of Duty: Advanced Warfare (5/5)

A distribuidora já é famosa por reunir as maiores filas na BGS, e este ano não parece ser diferente. Jogadores poderão testar o multiplayer de Advanced Warfare, a sequência que moderniza Call of Duty e introduz uma série de elementos quase sci-fi à mistura. Partidas multiplayer passam a ser apimentadas com saltos duplos, foguetes de propulsão e todo um novo enfoque em manobras. Vai ser concorrido, mas pode muito bem valer a pena.

CD Projekt RED

The Witcher Battle Arena (4/5)

Já que a Riot Games de League of Legends não vai marcar presença este ano, os visitantes poderão saciar a vontade de jogar MOBA com a galera responsável pelo RPG The Witcher, que está desenvolvendo um título do gênero. E já que você vai estar por lá, talvez queira parar para ver a apresentação ao vivo de The Witcher 3, o próximo blockbuster do estúdio polonês.