0
O que muda em Watch Dogs com o "mod E3 2012"
Por Leonardo Teixeira às 14:45h - 18/06/14

Introdução

Se você acompanha fóruns oficiais e discussões no serviço Steam, deve ter notado o surgimento de uma onda de teorias conspiratórias sobre a versão PC de Watch Dogs, que rivalizaria a própria trama repleta de traições e queimas de arquivo do jogo. Que a Microsoft teria mexido na edição para fazê-lo parecer melhor no Xbox One, ou que a Sony - que também detem direito sobre o futuro filme da marca - havia mexido seus pauzinhos para potencializar a versão do PS4. Toda essa discussão tem a ver com a perda de qualidade entre o produto final e o que foi apresentado originalmente em 2012, quando o game foi mostrado ao público; mas o buraco vai mais fundo: alguém conseguiu recuperar parte do visual original, aquele mostrado pela primeira vez ao público. Um usuário do fórum tech Guru3D cavou o código fonte de Watch Dogs e conseguiu criar gatilhos que dão acesso a funções supostamente já existentes no programa, que por sua vez permitem uma série de novos elementos visuais.

Maquiagem b?sica

Esse papo pode ser pura conjectura, puro achismo, mas convidamos você a baixar o programa do TheWorse - que sequer se entitula modder - e ver com os próprios olhos: a versão TheWorse Mod 0.7 (popularmente conhecido como "E3 2012 mod") traz, além de pastas com arquivos que permitem mexer em elementos como densidade de NPCs, apenas dois pequenos documentos com comandos de patch - diferente da lista de arquivos que você recebe ao baixar um mod visual ENB de Skyrim, por exemplo, que é baseado em ferramentas externas que agem sobre o jogo original.

Mas o que exatamente muda com o programa? Selecionamos três elementos que mais se destacaram durante nosso (breve) teste, e você pode conferir comparativos em foto nas galerias abaixo (sempre dois exemplos com o mod ligado e dois com as configurações originais do jogo).

Apenas duas observações: não colocamos nada em vídeo pois as mudanças ficam menos claras em formatos comprensados do que em uma simples captura de tela. Segundo, o prazo é sempre curto, então tivemos que improvisar um pouco: colocamos o jogo para rodar em uma máquina com placa de vídeo de 2GB de VRAM, o que nos obrigou a travá-lo na configuração High (com e sem o mod). Usamos a versão 0.7 sem qualquer outro aditivo extra, mas já sabemos que há novos reparos online. Também não conseguimos tempo hábil para mexer nas configurações extras do mod. No fim das contas, com um pouco de paciência você consegue fazer o jogo ficar ainda mais bonito do que as imagens abaixo sugerem.

Efeitos de profundidade

A maior mudança no momento é o efeito no campo de visão, que traz mais tridimensionalidade às cenas. O responsável é um filtro chamado Bokeh, que simula fundos desfocados através de jogos de superposição. O resultado, no fim das contas, é mais estilo do que simulação: o Bokeh - que nasceu como técnica de fotografia - dá ao cenário do jogo o aspecto não do se vê com olhos nus, mas de algo capturado por uma lente de câmera, com foco definido.

Essa mudança é também a que mais varia. Durante o dia ou dirigindo um veículo, o efeito é bem pequeno. A pé, em dia claro, acaba parecendo um pouco plástico demais (você pode conferir o resultado na última galeria da matéria). De noite, por outro lado, a maneira como o Bokeh dilui a luz ambiente dá um belo resultado.

Luz mais difusa

Traga óculos escuros. O TheWorse Mod também altera um bocado o comportamento de luz dentro de Watch Dogs. O mais gritante elemento aparentemente tem a ver com o já famoso comando "E3_Bloom", incluído no código original do jogo e sinal de que pelo menos parte das mudanças estavam escondidas lá desde o lançamento. Seja como for, Bloom é o efeito responsável por fazer a iluminação ambiente "sangrar" por cima de personagens ou objetos. É fácil notar como ela entra pelo beco ali no nosso primeiro exemplo, ou como os faróis dos carros inundam a cena no segundo - ambos são omissões claras nas imagens capturadas do original. Apesar de parecer exagerado, este é o elemento mais bem-vindo do mod em nosso teste, pois ajuda a tornar mais realista a já genial ambientação noturna do game.

Além do Bloom, o mod destrava um efeito que suaviza as bordas de objetos que emitem luz. Ele é bem aparente no segundo exemplo, nos bastões de luz: repare como não há contornos tão bem difinidos como no da versão original. É mais um jeito de deixar a iluminação do jogo mais natural, mas fica o aviso: pode parecer bem grosseira quando em movimento ou quando você se aproxima de certos pontos de luz. Há, finalmente, novos jogos de iluminação que dão um gosto diferente aos ambiente de jogo.

Pequenos detalhes

Esses são menores, mas ainda assim ajudam a enriquecer um pouco o jogo. O primeiro exemplo, ali em cima, mostra que faróis agora também projetam sombras caso o jogador esteja na frente deles. Já que é tão difícil ser acidentalmente atropelado no jogo, este efeito é fácil de testar por sua conta própria.

Há ainda outro detalhe menor, quase imperceptível. Em nossa comparação, acima, a chuva, com o mod ligado, responde de maneira mais realista a sombra e luz, aparecendo menos em parcelas mais escuras e se destacando em áreas mais claras da tela. Sutil, mas importante.

Interessados no mod podem aproveitar nossa galeria abaixo, que, como o resto das imagens, é de nossa produção.

O que o mod n?o muda?

Não existem milagres, claro. Apesar das mudanças já registradas em iluminação, transparência, fumaça e efeito de profundidade, o TheWorse Mod não conserta problemas menos relacionados a filtros e efeitos. Apesar do Bokeh disfarçar a menor resolução de itens em distância, ainda não esconde o popping - ou surgimento brusco de itens no cenário, como pessoas ou carros - nem as interações físicas esquisitas de Watch Dogs. Há quem diga que ele resolve problemas de performance, mas não sentimos qualquer diferença em nossos testes, que permaneceram assombrados por ocasionais travadas e quedas em taxa de quadro.

A vantagem, para quem gosta de ver o copo meio cheio, é que nenhuma das alterações parece impactar o jogo rodando, o que o difere de outras modificações mais pesadas. Se você já joga Watch Dogs em High ou Ultra, é possível que não vá sentir diferença em performance se ligar ou desligar o mod. Como a Ubisoft ainda está para se pronunciar a respeito do programa e, mais importante, lançar qualquer update para a versão PC, a solução mais caseira é até que bem aconselhável.

E para tirar a teima, o vídeo original da E3 2012:

Apesar das mudan?as j? registradas em ilumina??o, transpar?ncia, fuma?a e efeito de profundidade, o TheWorse Mod n?o conserta tudo.
0 COMENTÁRIOS